Carregando a cruz dia após dia

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O que significa carregar a minha cruz? E Por que para servir a Cristo, devo a cada dia tomá-la?

Este texto encontrado no evangelho de Marcos 8-34, Mateus 16:24 e Lucas 14:27, tem sido alvo de dúvidas de muitas pessoas, principalmente novos convertidos ou até mesmo antigos na fé, onde carregar a cruz, pode soar de forma diferente daquilo que Jesus realmente quis passar para a multidão e seus discípulos.

Muitos tem uma ideia errônea sobre o assunto. Onde muitas pessoas, inclusive cristãos, por não compreenderem tanto o texto como o contexto, trazem uma interpretação um tanto equívoca a respeito de carregar a cruz.

Logo, ligam a relacionamentos instáveis, falta de dinheiro ou recursos financeiros, problemas no trabalho, doenças ou qualquer tipo de mazelas e dificuldades desta vida. Como se estivéssemos predestinados a viver maldições.

Enquanto, estas coisas não estão ligadas a perfeita vontade de Deus para nossas vidas, e sim, consequências de atos praticados, por ação ou omissão de nós mesmos ou de outrem, que venham nos provocar algum dano.

Não terá este artigo o foco neste assunto. Para estes problemas relacionados a “carregar a cruz”, dá-se o primeiro entendimento para nós cristãos, que diante de algum problema desses em questão, carregar a cruz estará ligado em não agirmos mal, não murmurarmos, não dar mal testemunho e não pecarmos diante de tais situações.

E sim, buscar em Deus, estratégias para nos livrar e ajudar a sua suportar as consequências destes problemas, aí sim, dá-se um princípio de entendimento quanto carregar a cruz pra estas questões, pois com foco em agradar a Deus e serví-lo, renunciarei as minhas vontades, as dores e sofrimentos com foco em algo muito maior, que é Cristo.

E com certeza para todos estes problemas, nosso Deus é maior! E com certeza ele irá te livrar desta situação e dará um escape! Se foi por esta razão que chegou a este post, te convido a ler sobre:

Como passar com fé nas provações;

Trazendo a memória aquilo que me traz esperança;

Deus não desiste de você;

Se pretender conhecer a respeito de carregar a sua cruz e alguns conceitos pertinentes a este assunto, continue conosco nesta leitura e estudo.

A missão de Jesus Cristo

Ao entrar no texto bíblico em Marcos 8:31 que diz: Começou então a ensinar-lhes que era necessário que o Filho do homem padecesse muitas coisas, que fosse rejeitado pelos anciãos e principais sacerdotes e pelos escribas, que fosse morto, e que depois de três dias ressurgisse.

Jesus alerta a seus discípulos, a respeito de tudo o que deveria passar para cumprir a sua principal missão aqui nesta terra para o qual Deus o enviara, salvar a humanidade.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho Unigenito, para que todo aquele que Nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Importava que o Filho do Homem, passasse por todo aquele sofrimento para resgatar a humanidade.

Não compreendendo isto, no versículo 32 do mesmo capítulo (Marcos 8), Pedro o repreende, e Jesus o responde com uma dura palavra (verso 33): Retira-te de diante de mim Satanás; porque não compreende as coisas que são de Deus, mas as que são dos homens.

Pedro não compreendera a real missão de Jesus. Para que cumprisse a tarefa que lhe foi dada, Ele deveria morrer, e não somente isto, mas uma morte de cruz. Humilhado e castigado foi, sofreu a culpa e vergonha por amor a nós.

E tudo isto tinha um cunho totalmente espiritual, uma profecia relatada no livro do profeta Isaías 53:4-5 diz:

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Aqui nesta passagem de Isaías, já aniquila toda a ideia que você tinha até hoje sobre levar a sua cruz pra seguir a Cristo. Todas as dores Ele levou sobre si.

Se você está passando por algum momento infeliz em sua vida, ou carrega sobre você dificuldades num contexto geral, em possíveis áreas de sua vida, isto não está ligado a cruz, todo o peso e maldição Ele já levou por nós.

Estávamos desgarrados e destinados a perdição eterna. Eramos enfermos na alma, cheios de podridão e chagas por causa do pecado, Ele levou sobre si e cumpriu o desígnio de seu Pai. Veja Colossenses 1:13,14

O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;

Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados.

Então, como identificar a diferença entre carregar minha cruz e dificuldades desta vida? Vejamos alguns princípios.

Carregando a cruz, ideia central

O Senhor Jesus estava disposto a cumprir o propósito do Pai, não importando para Ele de que forma seria, mesmo que tivesse que pagar um alto preço por isso. Sofrimento, dor, morte e morte de cruz.

Quem quiser vir após mim, negue-se a si mesmo e tome a cada dia a sua cruz e siga-me. Você sabe qual é a principal missão da igreja instituída por Jesus Cristo aqui nesta terra?

Ao aceitarmos a Cristo Jesus como único, suficiente, e eterno salvador de nossas vidas, e nos entregamos de coração para vivermos este amor, andamos em novidade de vida!

Transbordamos de alegria e gozo na alma, e isto, não fica retido dentro de nós, logo, transborda e torna-se aparente para amigos, parentes e todos que estão a nossa volta. As pessoas vem para Jesus através do nosso testemunho.

Esta radiante transformação e libertação reflete em nós, e para isto Jesus nos deixou esta missão: Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura! Marcos 16:15

Danos continuidade ao propósito de Deus, salvar a humanidade. Para isto, tomamos nossa cruz e sigamos os seus passos. O que isto significa? Renúncia e disposição para viver os riscos de levar as boas novas do evangelho da paz!

Aqui era o ponto em queria chegar. Em Marcos 8:35, Jesus nos ensina, que ao assumirmos a nossa entrega de seguí-lo, isto incluirá uma vida de renúncia, viveremos não mais pelos nossos planos e desígnios, mas estaremos dispostos a viver a direção de Deus para nossas vidas (que sempre culminará em salvação de almas).

Vivendo os seus propósitos, não pensaremos mas em nós mesmos, mas em viver e realizar o ide de Jesus, vivendo não mais para nós mesmos, e sim para Deus.

Abrindo mão de nossas vontades e planos, dispostos para encarar qualquer situação que possa vir mediante a esta escolha de nossas vidas, morrendo (morte física) se preciso for, por amor a Deus.

Sofrendo pela causa de Cristo e sua obra

E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo. Marcos 13:13

Sofrer se preciso for, perseguições, aflições, simplesmente por que o amamos e queremos trazer para si , almas perdidas neste mundo. Aliás, nos versículos do 10 ao 13, lhe dará um melhor entendimento sobre isto.

Por sermos diferentes e andarmos na contra-mão do mundo, luz nas trevas o mundo não nos suporta. Poderemos sofrer, calúnias, afrontas e desprezo de muitas pessoas por servir a Cristo.

Suportar essas coisas é carregar a cruz. Ser humilhado e perseguido por amá-lo.

No evangelho de João 15;20-27, Jesus nos mostra que o mundo nos odeia, porque a Palavra de Deus está em nós.

A Palavra de Deus denuncia o pecado, traz a mensagem de salvação e arrependimento do pecador. Será normal sofrer aqui perseguições e aflições, mas a própria Palavra nos alerta:

Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas. Salmos 34:19

Observe João 16:33 parte b: “ No mundo tereis aflições, mas tende bom animo, eu venci o mundo”.

Qual benefício em seguir negar a mim mesmo

São inúmeros os benefícios de quem serve ao Senhor, mas com certeza, a salvação de nossas vidas é o maior deles. Mas, não para por aí! A bíblia é repleta de promessas para aqueles que confiam, esperam e andam em seus caminhos!

Deleita-te no Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais Ele fará. Salmos 37:4,5

Deus jamais desamparará a seus filhos e os que buscam sua vontade e Reino.

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33. Todo o capítulo 6 de Mateus está alinhado a esta palavra, entre outros ensinamentos, desde como orar a Deus, o cuidado que Deus tem com seus filhos. Dica de leitura para este breve estudo.

Compreender e viver este amor, lhe trará paz e bênçãos, mesmo sofrendo por amor ao evangelho. Mesmo renunciando a sua vida. Isto é uma questão de fé! Se você ainda não vive esta disposição não se preocupe!

Conforme caminhamos com Cristo e vivemos uma vida de santificação dia após dia, Ele mesmo gera em nós o amor pelas almas, o mesmo amor que o fez se entregar por nós um dia.

Ele lhe capacitará e dará entendimento através da Sua Palavra, para que seja um grande ganhador de almas e efetue pescas maravilhosas neste mundão que te espera!

Há vidas lá fora sedentas pela Palavra de Deus!

Esteja disposto em viver para Deus, renunciar a sua vida, seus planos, suas vontades, para viver a vida que Ele tem para você, não importando o que terás que sofrer por amor a sua obra e sua causa.

Um dia Jesus renunciou toda a sua glória por amor a humanidade, em troca recebeu uma coroa de espinhos. Olha o que Ele tem para você: Apocalipse 2:10b: Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.

Negue-se a si mesmo, e tome a cada dia a sua cruz, esteja disposto em agradá-lo e servi-lo, mesmo que sofra, mesmo perca a sua vida! Mas certo de um dia nos encontraremos com Ele em sua glória, e veremos o quanto valeu a pena!

Fiquem na paz de Cristo!

 

 

 

Carregando a cruz dia após dia
Rate this post
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

1 Comentário

  1. Da mesma forma, todo aquele que nao carrega a sua propria cruz e segue apos mim nao pode ser meu discipulo. Quem ama seu pai ou sua mae mais do que a mim nao e digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim nao e digno de mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *